Wednesday, August 31, 2005

Mas quem é que lhe pediu isto?

A política portuguesa nunca deixou de surpreender. Eu ainda tinha esperança, bem lá no fundo, que a Maria de Jesus lhe pusesse a cabeça no sítio, mas pelos vistos nada havia a fazer. O monarca avançou mesmo com a candidatura.

Agora pergunto eu: vamos mesmo votar nele? Acham que ele vai ganhar as eleições? Eu até tenho medo da resposta, pois arrisca-se muito a ser positiva, e vamos mais uma vez mostrar a todos os nossos parceiros europeus que não queremos avançar. O que nós queremos é continuar a viver na utopia do "antes é que era bom" e vamos votar em alguém cujo maior contributo para a nação portuguesa - em tempos recentes - foi criticar publicamente toda a estrutura da União e do próprio parlamento que ele - soi disant - representava. Sim, soi disant porque monsieur Mário Soares por vezes dignava-se a comparecer no PE, quando não estava ocupado a escrever artigos de opinião para revistas conceituadas - artigos esses pagos a peso de ouro, não duvido.

Eu que até já me tinha habituado ao tweetie - e ao seu excelente inglês - vou agora ter que passar pela vergonha de confirmar que sim, voltámos a ter o mesmo presidente, sim, ele tem já mais de 80 anos, sim, arrisca-se a ter funeral de estado, sim, esse mesmo, aquele que dizia viver em Bruxelas, sim, aquele que criticou tudo e mais alguma coisa sobre a união europeia (aqui entre nós, chegados àquela idade não há muito mais para fazer senão criticar os outros).

Cresçam e apareçam portugueses, não se deixem levar por esta farsa.

Dizia - salvo erro - o Pacheco Pereira, e muito bem, que Soares vai possivelmente vencer por ser a alternativa a Cavaco, nunca por mérito próprio. É bom saber que ainda há gente sem papas na língua...

2 comments:

buggy said...

Isto é uma tristeza... este país não tem opções, não tem políticos capazes e, a continuar assim, também não tem futuro.
(regressei agora de férias e ainda estou a "digerir" estas notícias...)

Nuno said...

Vai tomando Compensan, porque a digestão pode ser difícil...